Tempo
|

Se vai a caminho de Fátima, siga os conselhos da GNR

08 ago, 2013

Muita gente já se fez à estrada a caminho do santuário para a peregrinação de 12 e 13 de Agosto. Esta semana, uma peregrina foi atropelada e o responsável fugiu. Conheça as indicações de segurança.

Se vai a caminho de Fátima, siga os conselhos da GNR

Numa altura em que  muita gente já se fez à estrada, a caminho do Santuário de Fátima, é necessário ter atenção redobrada na circulação, seja a pé seja de carro.

A GNR deixa alguns conselhos elementares de segurança a todos os fiéis que, por estes dias, estão a caminho para participar na peregrinação de 12 e 13 de Agosto.

O tenente-coronel Granho, da GNR, começa por aconselhar os peregrinos a, “sempre que possível, andar em fila indiana”.

Devem também “sinalizar o início e o fim dos grupos usando, quer de dia quer de noite, coletes reflectores; caminhar sempre na berma contrária ao sentido do trânsito e sempre na berma e não na estrada”. 

Sempre que for necessário reunir o grupo para fazer uma pausa, os peregrinos devem fazê-lo fora da estrada e tomar especiais cuidados ao atravessar todas as vias.

“Aos condutores, devem ter especial atenção ao período em que começa o sol a pôr-se, manter sempre a distância segura em relação aos veículos e, nomeadamente nas estradas nacionais, ter especial atenção à velocidade”, aconselha o tenente-coronel Granho.

Uma mulher foi atropelada mortalmente na madrugada de terça-feira no IC2, próximo de Condeixa-a-Nova, quando se deslocava em peregrinação para Fátima.

Fonte do Comando Territorial da GNR adianta que se tratou de um atropelamento com fuga, ocorrido cerca das 6h20, na localidade de Cernache, ainda no concelho de Coimbra.