Tempo
|

“Temos de estar presentes no mundo, levando esperança”

13 jul, 2013 • Paula Costa Dias

Bispo espanhol Luis Quinteiro Fiúza lançou apelo aos fiéis nas cerimónias da peregrinação de Julho ao santuário de Fátima, que tem como tema “Deus permanece fiel”.

“Temos de estar presentes no mundo, levando esperança”

O Bispo de Tuy-Vigo, Luis Quinteiro Fiúza, pediu este sábado aos peregrinos de Fátima que sejam portadores da esperança num mundo em crise.

Presidindo à missa das cerimónias de Julho, Monsenhor Luis Quinteiro Fiúza referiu-se à recente encíclica do Papa Francisco para frisar que o mundo de hoje precisa da luz de Jesus Cristo para viver a vida de verdade e que os cristãos têm de partilhar a sua fé.

“Neste momento em que nos nossos povos vivemos uma crise forte, uma crise de valores, uma crise de sentido e também uma crise de trabalho, necessitamos de um projecto credível e de formulá-lo através da fé. Nós cristãos temos de estar presentes no mundo, levando também esperança dentro da realidade. As pessoas que sofrem têm de encontrar em nós e na fé em Jesus Cristo uma luz que ilumine a sua vida”, exortou o prelado espanhol.

Lembrando as palavras do Papa, MonsenhorLuis Quinteiro Fiúza disse que “há muita gente no mundo de hoje que acredita que a luz de Jesus Cristo é uma luz enganosa. Tantas vezes por isso nos também nós temos dúvidas de se realmente a luz de Jesus Cristo é a luz da nossa vida. O Papa diz-nos que, justamente neste momento, nós cristãos temos que propor a luz de Jesus Cristo, porque é a única que dá sentido à vida”.

A peregrinação de Julho ao santuário de Fátima tem como tema “Deus permanece fiel”.