Tempo
|

Comissão de inquérito ao Banco do Vaticano começa já a trabalhar

26 jun, 2013

O grupo anunciado pelo Papa inclui dois cardeais, mais um bispo e um padre e ainda uma leiga, Mary Anne Glendon, dos Estados Unidos.

O Vaticano anunciou esta quarta-feira a criação da Comissão Especial criada pelo Papa para rever as actividades do Instituto para as Obras Religiosas, mais conhecido por Banco do Vaticano. A comissão deve iniciar os seus trabalhos já esta tarde.

O objectivo do Papa é assegurar que a actividade do Instituto não se afasta da missão da Igreja, e que o Banco não está a ser usado para branqueamento de capitais ou financiamento de actividades ilícitas. A decisão de criar a comissão surge depois de um recente relatório ter revelado a existência de movimentos financeiros suspeitos e no contexto de uma grande operação iniciada pelo Vaticano para tentar tornar a instituição mais transparente.

A constituição da comissão foi anunciada hoje, apesar de o documento com a assinatura do Papa datar de segunda-feira e esta está já a ser interpretada como uma das medidas mais importantes deste pontificado, no que diz respeito ao governo da Santa Sé e à reforma da Cúria Romana.

A comissão será composta por cinco pessoas, incluindo dois cardeais e uma leiga e tem carta branca para trabalhar, uma vez que o documento assinado pelo Papa diz que "o sigilo e quaisquer outras restrições estabelecidas pelo sistema legal não inibem ou restringem o acesso da Comissão a documentos, dados e informações". O grupo reporta directamente ao Papa.

O presidente da comissão é o Cardeal Raffaele Farina, que será acompanhado pelo cardeal Jean-Louis Pierre Tauran. Os trabalhos serão coordenados pelo bispo espanhol Juan Ignacio Arrieta Ochoa de Chinchetru e o padre americano Peter Bryan Wells assume funções de secretário do grupo.

Mary Ann Glendon é a nomeação mais surpreendente. A leiga americana foi a representante do Vaticano na Conferência de Pequim sobre Mulheres, em 1995, e chegou a ser embaixadora dos Estados Unidos junto à Santa Sé.

[Notícia actualizada às 13h11]