Tempo
|

Papa e Arcebispo de Cantuária traçam objectivos comuns a favor da família

14 jun, 2013 • Ecclesia

Este foi o primeiro encontro entre os dois responsáveis, uma vez que o Primaz da Igreja Anglicana não pôde estar presente na missa de inauguração do pontificado de Francisco.  

Papa e Arcebispo de Cantuária traçam objectivos comuns a favor da família
O Papa Francisco manifestou esta sexta-feira a comunhão de católicos e anglicanos na promoção dos valores fundadores da sociedade e o esforço comum para uma maior “justiça social” e uma economia ao serviço do ser humano.

“Entre as nossas tarefas enquanto testemunhas do amor de Cristo está o dar voz ao grito dos pobres para que não sejam abandonados às leis da economia que de momento parecem tratar as pessoas como meros consumidores”, afirmou o Papa no encontro que manteve esta manhã com o Primaz da Igreja Anglicana, o Arcebispo Justin Welby.

Este foi o primeiro encontro entre os dois responsáveis, uma vez que o Primaz da Igreja Anglicana não pôde estar presente na missa de inauguração do pontificado de Francisco, a 19 de Março, porque dois dias depois seria entronizado em Cantuária.

O Papa quis sublinhar o “testemunho” e a “promoção” conjunta das duas Igrejas dos “valores cristãos num mundo que parece questionar as fundações da sociedade, como o respeito pela sagrada vida humana ou a importância da instituição familiar assente no casamento”, um assunto recentemente debatido em Inglaterra onde a Câmara dos Lordes aprovou o casamento homossexual, com a abstenção ou votos contra de vários bispos.

Sem esquecer uma relação “longa e complexa” entre a Igreja de Inglaterra e a Igreja Católica, Francisco sublinhou os passos dados nas últimas décadas para uma relação de fraternidade.

“Esta reaproximação tem sido marcada por um diálogo teológico, através do trabalho da Comissão Internacional Anglicana-Católica Romana e através do aumento das relações cordiais num profundo e mútuo respeito e sincera cooperação”.

Francisco recordou o esforço de Bento XVI para criar uma “estrutura canónica” capaz de responder aos “desejos dos grupos de anglicanos que pediram para ser recebidos na Igreja Católica”, passo que, segundo o Papa, vai permitir um “maior conhecimento em todo o mundo católico das bases espirituais, litúrgicas e pastorais do património anglicano”.

No encontro, o arcebispo Justin Welby esteve acompanhado da sua mulher Caroline, pelo seu representante oficial em Roma, David Moxon, e pelo arcebispo católico de Westminster, Vincent Nichols.

O Papa sublinhou ainda o esforço para a “reconciliação e resolução de conflitos entre as nações” e os passos dados pelo Arcebispo Nichols junto das autoridades a encontrar uma solução pacífica para o conflito sírio, garantindo a segurança da população.

“Os cristãos levam a paz como um tesouro a oferecer ao mundo, mas estas ofertas apenas trazem benefícios quando os cristãos vivem e trabalham juntos”, finalizou Francisco fazendo votos de que este trabalho conjunto possa chegar a tradições religiosas e aos não crentes.