Tempo
|

Papa exalta exemplo de João XXIII

03 jun, 2013

Na sua missa matinal, Francisco falou da diferença entre ser pecador e estar corrupto: “Cuidado com os cristãos corruptos, que pensam que a Igreja é sua e adoram-se a si mesmos”.

Papa exalta exemplo de João XXIII
O Papa Francisco exaltou hoje a memória e o exemplo de João XXIII, que morreu há precisamente meio século.

Angelo Roncalli, como era conhecido até à sua eleição, ficou conhecido como “o bom Papa” e teve enorme influência na história da Igreja, ao convocar o Segundo Concílio Vaticano.

Durante a sua habitual missa da manhã, Francisco recordou o agora beato João XXIII como um “modelo de santidade”, que obedeceu ao Senhor e o adorou.

Na mesma celebração Francisco chamou atenção para os “cristãos corruptos”, afirmando: “Cuidado com os cristãos corruptos, que pensam que a Igreja é sua e adoram-se a si mesmos”.

O Papa explicou depois a diferença entre ser pecador e ser corrupto: “Peçamos ao Senhor a graça de percebermos que somos pecadores e a graça de não nos tornarmos corruptos. Pecadores, sim, corruptos não!”.

“Os corruptos esquecem o amor de Deus, estão apaixonados por si mesmos. Quanto mal fazem na Igreja!”, concluiu o Papa Francisco.