Tempo
|

Falta de pão e vinho ameaça missas na Venezuela

29 mai, 2013

Igreja Católica só tem reservas de vinho para garantir celebrações por mais dois meses. Também a subida de preço das hóstias está a tornar-se incomportável.

Os católicos na Venezuela podem ficar sem acesso à eucaristia nos próximos meses, devido às rupturas de stock de vinho de missa e de hóstias.

O problema insere-se num contexto mais alargado de escassez de bens alimentares. Segundo o porta-voz da Igreja venezuelana, em declarações à BBC, só há reservas de vinho eucarístico para mais dois meses.

“O nosso fornecedor, Bodegas Pomar, já nos disse que não pode continuar a fazer vinho porque está a enfrentar dificuldades”, disse Monsenhor Lucker.

Os críticos do Governo dizem que o problema está nas políticas de controlo da economia, mas o Executivo culpa a oposição e fala em conspiração.

Segundo o porta-voz da Igreja, o problema não diz respeito apenas ao vinho, mas também às hóstias, que devido à escassez de trigo duplicaram em preço nos últimos tempos. A Venezuela não produz trigo, pelo que tudo tem de ser importado.

É possível utilizar diferentes tipos de vinho e de pão para celebrar a missa, mas aquele tem de ser de uva e este tem obrigatoriamente que ser de trigo, para o sacramento ser válido.