Tempo
|

Diocese nigeriana já só tem duas igrejas católicas

21 mar, 2013

Ao longo dos últimos anos, militantes islamitas conseguiram destruir 50 das 52 igrejas na diocese de Maiduguri, Estado de Borno, na Nigéria.

Diocese nigeriana já só tem duas igrejas católicas
O grupo terrorista Boko Haram destruiu 50 igrejas na diocese de Maiduguri, na Nigéria, ao longo dos últimos anos.

A informação foi revelada pelo ramo britânico da fundação Ajuda à Igreja que Sofre, cujo responsável John Pontifex considera que se está a cumprir a ameaça feita pelos militantes de “erradicar os cristãos de partes do país”, como explicou ao jornal britânico The Tablet.

De um total de 52 locais de culto há vários anos hoje há apenas duas igrejas funcionais. Em muitos locais as comunidades encontram-se ao ar livre para rezar e celebrar missas, mas mesmo essa opção é cada vez mais arriscada à medida que a situação piora para os cristãos, que sofrem perseguições.

O pior episódio de perseguição ocorreu em 2006 quando, depois da publicação de “cartoons” de Maomé num jornal dinamarquês, uma multidão pilhou e destruiu 31 igrejas.