Tempo
|

Um em cada cinco sem-abrigo na Grécia tem título universitário

13 dez, 2012

O perfil dos novos sem-abrigo mudou radicalmente. Antes da crise, a maioria era pessoas com problemas mentais ou de abuso de álcool e drogas, revela um novo relatório.

Um em cada cinco sem-abrigo na Grécia tem um título universitário, segundo um relatório apresentado em Atenas sobre “a mudança radical” do perfil dos novos sem-abrigo.

Embora não haja estatísticas oficiais, a Grécia tem actualmente cerca de 20.000 pessoas a viver na rua, segundo Olga Theodorikaku, da organização não-governamental Klimaka, autora do relatório.

Quase dois terços (65%) são “novos sem-abrigo”, a viver na rua há dois anos ou menos.

“O perfil dos novos sem-abrigo mudou radicalmente. Antes da crise, a maioria era pessoas com problemasmentais ou de abuso de álcool e drogas”, explicou Theodorikaku.

A maioria dos novos “sem-abrigo” tinha trabalho nos sectores mais afectados pela crise: construção (24,8%), privado (22%), independentes (18%) e turismo (16%).

A Grécia atravessa o quinto ano de recessão económica e regista uma taxa de desemprego de 26%.

A organização Klimaka, que dá assistência a entre 150 e 200 sem-abrigo por dia, lamentou a pouca atenção das autoridades em relação a estas pessoas, que não recebem nenhum tipo de ajuda e “estão completamente excluídas do sistema de saúde público”, disse a responsável.