Tempo
|

Dilma garante estar a ouvir "as vozes pela mudança"

18 jun, 2013

Brasil vive uma onda de manifestações que tem crescido em escalada nos últimos dias. Na segunda-feira, mais de 200 mil saíram à rua conta o aumento do preço dos transportes públicos, entre outras reivindicações.

A presidente do Brasil, Dilma Roussef, garantiu esta terça-feira estar atenta às reivindicações dos brasileiros nas manifestações que nos últimos dias tomaram conta de várias cidades do país.
 
"Meu governo está ouvindo as vozes pela mudança. Quero garantir que vamos conseguir mais para o país e para o povo", disse, citada no jornal “Folha de São Paulo”.

A chefe do governo brasileiro afirmou, num discurso em São Paulo em que falou das manifestações pela primeira vez, que estes protestos representam os legítimos anseios das pessoas por um melhor serviço público e assegurou que está a ouvir atentamente todas as reivindicações.

Mais de 200 mil pessoas saíram às ruas na segunda-feira em várias cidades do Brasil, entre elas São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, contra o aumento do preço dos transportes públicos e os custos da organização do Mundial de futebol e dos Jogos Olímpicos.

Em Portugal também há brasileiros que se juntam ao protesto e reuniram-se numa manifestação pacífica no Largo de Camões, em Lisboa, frente ao consulado do Brasil.