RR
|

Ministro garante "firmeza" na investigação da alegada fuga de informação nos exames

22 jun, 2012

Nuno Crato revelou terem sido destacados inspectores para irem às escolas em questão. "Se detectarmos indícios de fraude, vamos imediatamente participar", diz ainda, acrescentando que o problema está a ser tratado "com rigor".

Ministro garante "firmeza" na investigação da alegada fuga de informação nos exames
O ministro da Educação garante que o Ministério está a agir com "grande firmeza", mas também com "grande prudência" no apuramento de alegadas fugas de informação sobre o conteúdo dos exames nacionais.

"Destacámos inspectores de imediato para irem às escolas", disse o ministro no final de um debate no Parlamento, quando questionado sobre as denúncias de fugas de informação do conteúdo dos exames, nomeadamente de Português, que terão circulado entre os alunos de várias escolas por mensagem de telemóvel.

Uma dessas mensagens indicava que sairia na prova de exame o Canto VI, de "Os Lusíadas", o que viria a confirmar-se, ao contrário de outras informações também postas a circular.

O ministro apenas disse que há sempre a possibilidade de "haver palpites" sobre a obra de Luís de Camões, dada a frequência com que tem sido usada nos exames.

"Se detectarmos indícios de fraude, vamos imediatamente participar", disse, acrescentando que o problema está a ser tratado "com rigor".