Tempo
|

Pais sugerem suspensão dos exames nacionais do ensino básico

17 out, 2014

"Repensar as datas dos exames nacionais" é outra das sugestões para a eventualidade de não ser possível dar a matéria prevista ou atingir as "metas curriculares exigidas", propõe a CNIPE.

Os exames nacionais do ensino básico deste ano devem ser suspensos se não for possível compensar o tempo perdido com os erros na colocação de professores, defende a Confederação Nacional Independente de Pais e Encarregados de Educação (CNIPE).

“Repensar as datas dos exames nacionais” é outra das sugestões para a eventualidade de não ser possível dar a matéria prevista ou atingir as “metas curriculares exigidas”, dizem os encarregados de educação, em comunicado.

Quanto aos exames do ensino secundário, são “necessários para o acesso ao ensino superior, logo mais difíceis de suspender”, sublinham.

A CNIPE sublinha que, depois de ouvir as associações de pais e encarregados de educação,  “manifesta mais uma vez a sua preocupação pelo atraso na colocação de professores, o que está a prejudicar gravemente os alunos e as suas famílias”.

A confederação subscreve a intenção do Ministério de avançar com aulas de compensação para colmatar os problemas registados no arranque do ano lectivo, mas desde que sejam tidos em conta vários aspectos.

A CNIPE opõe-se à sobrecarga de horários e que estas aulas sejam realizadas durante a pausa para almoço. Os horários dos transportes dos alunos e os tempos de estudo também devem ser respeitados.