Tempo
|

Tempestade Stephanie agrava estado do tempo

09 fev, 2014

Dez distritos de Portugal Continental em alerta vermelho por causa da intensidade do vento, que pode chegar aos 130 km/hora

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê que o mau tempo piore ao fim da tarde de domingo, com a chegada da tempestade Stephanie.

Dez distritos de Portugal Continental em alerta vermelho por causa da intensidade do vento, que pode chegar aos 130 km/hora.

Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro e Coimbra vão estar sob alerta vermelho, o mais grave de uma escala de quatro, por causa das fortes rajadas de vento entre as 20h00 de hoje e as 2h00 de segunda-feira.

Para os distritos de Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro, o período estipulado situa-se entre as 21h00 de hoje e as 3h00 de segunda-feira.

Devido à previsão que dá conta da subida das águas, a Comissão Distrital de Protecção Civil de Santarém accionou o Plano Especial de Emergência para Cheias na Bacia do Tejo no seu nível de Alerta Azul.

A Protecção Civil também já apelou à população para que retire das zonas confinantes das linhas de água (que normalmente ficam inundadas), equipamentos agrícolas, industriais, viaturas e outros bens e ainda pediu para que não tentem atravessar, com viaturas ou a pé, estradas ou zonas alagadas.

Nove barras marítimas fechadas
Nove barras marítimas estão fechadas à navegação devido ao mau tempo e outras duas condicionadas, de acordo com a página da Marinha Portuguesa.

Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Douro, Aveiro, Figueira da Foz e S. Martinho do Porto são as nove barras marítimas fechadas a toda a navegação.

Em Viana do Castelo a barra está fechada a embarcações de comprimento inferior a 30 metros e em Leixões o acesso está condicionado a embarcações com comprimento inferior a 35 metros.