Tempo
|

Camionistas queixam-se do preço "insuportável" dos combustíveis

23 jul, 2012 • Ana Lisboa

Sector pede medidas e fala em falta de igualdade em relação a outras áreas de transporte, como o aéreo, o marítimo e o ferroviário de mercadorias.

Camionistas queixam-se do preço "insuportável" dos combustíveis

O aumento do preço dos combustíveis está a ficar “insuportável”, alerta o presidente da Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas (ANTP).

No dia em que a gasolina e o gasóleo voltaram a subir o preço, até três cêntimos por litro, Artur Mota manifesta grande preocupação por esta nova escalada dos preços.

O presidente da Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas queixa-se da falta de igualdade em relação a outras áreas de transporte, como o aéreo, o marítimo e o ferroviário de mercadorias, que beneficiam de um regime de discriminação positiva.

“Temos alguma dificuldade em entender porque é que o transporte rodoviário de mercadorias também não há-de ter uma discriminação positiva, para bem do sector e para bem do país, enquanto sector produtivo e exportador. Isto vai reflectir-se no preço final de todos os produtos que nós transportamos”, afirma Artur Mota.

A Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas quer levar estas preocupações ao ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira.