Tempo
|

Estou, Buenos Aires? É Francisco…

19 mar, 2013

Papa surpreendeu a multidão reunida para ver em ecrãs gigantes a missa da sua inauguração e fez-lhes um apelo em jeito de resumo da sua homilia.

Estou, Buenos Aires? É Francisco…
Os milhares de argentinos que lutaram contra o sono para poder ver em directo a missa de inauguração do primeiro Papa sul-americano tiveram uma grande surpresa quando este lhes telefonou de Roma.

A missa inaugural foi transmitida em directo em ecrãs colocados na catedral de Buenos Aires e na praça adjacente. Devido à diferença horária, era madrugada na Argentina quando a celebração começou em Roma.

Os fiéis reunidos para ver a missa ficaram surpreendidos quando, algumas horas antes do início da cerimónia, lhes apareceu a voz do Papa Francisco nos altifalantes: "Queridos filhos, sei que estão na praça. Sei que estão a rezar por mim, preciso muito das vossas orações. É tão bom rezar. Obrigado por isso".

De seguida, o Papa fez um apelo que, embora ainda não se soubesse então, é um pequeno resumo da sua homilia. "Quero pedir-vos um favor. Quero pedir que caminhemos juntos, cuidemos uns dos outros, cuidem-se uns aos outros, não se prejudiquem, cuidem-se, cuidem da vida. Cuidem da família, cuidem da natureza, cuidem das crianças, cuidem dos velhos; que não haja ódio, que não haja guerra, deixem de lado a inveja", referiu o Papa.

"Deus é bom, perdoa sempre, compreende sempre, não tenham medo; é Pai, aproximem-se dele", acrescentou.

O Papa despediu-se depois dos fiéis reunidos em Buenos Aires, referindo-se a ele mesmo como mero bispo: "Que a virgem vos abençoe muito. Não se esqueçam deste bispo que está longe, mas gosta muito de vocês. Rezem por mim".