Tempo
|

Bento XVI jura obediência ao próximo Papa

28 fev, 2013

Às 16h00, em Lisboa, o actual Sumo Pontífice deixa Roma. Três horas mais tarde passa a ser conhecido como Papa emérito.

Bento XVI jura obediência ao próximo Papa
Bento XVI jura obediência ao próximo Papa
Bento XVI esteve reunido esta manhã com os cardeais da cúria romana, em Roma, para se despedir. Na sua mensagem, o Papa fez questão de jurar obediência incondicional ao próximo Papa, que será escolhido em Conclave a decorrer nas próximas semanas. “Entre vós está provavelmente o futuro Papa, ao qual já hoje prometo a minha incondicional reverência e obediência".
Bento XVI, que cumpriu esta quinta-feira o último dia no cargo, reuniu com os cardeais da cúria romana, em Roma, para se despedir. Na sua mensagem, Bento XVI fez questão de jurar obediência incondicional ao próximo Papa, que será escolhido em Conclave a decorrer nas próximas semanas.

"Entre vós está provavelmente o futuro Papa, ao qual já hoje prometo a minha incondicional reverência e obediência", afirmou. "Desejo dizer-vos que continuarei a servir-vos com a oração, especialmente nos próximos dias, para que sejam plenamente tocados pelo Espírito Santo na eleição do novo Papa. Que o Senhor vos mostre aquele que vos quer dar". 

Dirigindo-se ainda aos cardeais, Bento XVI, cujo gosto musical é público, comparou-os a uma orquestra. "Juntos podemos agradecer ao Senhor, que nos fez crescer na comunhão, e juntos pedir-Lhe para que nos ajude a crescer ainda mais nesta unidade profunda, de tal forma que o colégio dos cardeais seja como uma orquestra onde a diversidade, expressão da Igreja universal, ajude sempre à superior e concorde harmonia."

Antes disso, o decano dos cardeais, Angelo Sodano, dirigiu umas palavras a Bento XVI. Quase no final da sessão, o Papa falou com todos os cardeais individualmente.

O encontro, no qual participam uma centena de cardeais, decorreu na sala Clementina, no palácio apostólico. Este foi o único acto de carácter privado previsto para o último dia do pontificado de Bento XVI.

Às 16h00 de Lisboa, 17h00 em Roma, Bento XVI abandonou o palácio pontifício do Vaticano e viajou para Castel Gandolfo, 25 quilómetros a sul, onde ficará durante dois meses, até que terminem as obras no convento onde vai viver.

O Papa Bento XVI, de 85 anos, anunciou a 11 de Fevereiro, durante um consistório no Vaticano, a resignação a partir das 19h00 portuguesas de dia 28 de Fevereiro, alegando que lhe estava a faltar a força física e espiritual para desempenhar o cargo.


[artigo actualizado e corrigido às 18h11]