Tempo
|

Patriarca propõe exame de consciência na abertura do Ano da Fé

25 out, 2012 • Ângela Roque

“A proclamação do Evangelho não é, apenas, o anúncio de uma doutrina” e ninguém deve proclamar a Palavra sem antes ter meditado e rezado sobre ela, diz D. José Policarpo.  

Patriarca propõe exame de consciência na abertura do Ano da Fé
O “Ano da Fé” abre hoje oficialmente na diocese de Lisboa. A missa de abertura está marcada para as 21 horas e coincide com a Solenidade da Dedicação da Sé Patriarcal.

Na Carta Pastoral que vai divulgar o Cardeal Patriarca fala dos desafios que a iniciativa do Papa coloca a toda Igreja.

“Como escutamos a palavra de Deus?”, “como celebramos a Eucaristia?” e “Damos testemunho de Cristo aos outros?”. Estas são algumas das perguntas deixadas pelo Patriarca de Lisboa para o exame de consciência que os cristãos devem fazer ao longo deste Ano de Fé. Um Ano que deve ser encarado como uma “peregrinação” - um caminho a percorrer pessoalmente e em Igreja, onde os cristãos se devem apoiar e fortalecer uns aos outros.

Para D. José Policarpo a escuta da Palavra de Deus e a Oração são elementos decisivos para o aprofundamento pessoal da fé. O cardeal considera mesmo que “é urgente, na nossa diocese, aprender a rezar”, garantindo que a Igreja de Lisboa tudo fará para ajudar os cristãos a descobrirem a oração.

Aos anunciadores da Palavra - sacerdotes, diáconos, leitores e catequistas - lembra que “a proclamação do Evangelho não é, apenas, o anúncio de uma doutrina” e que ninguém deve proclamar a Palavra sem antes ter meditado e rezado sobre ela.

A caridade fraterna pedida aos cristãos é outro dos desafios para este Ano da Fé, um desafio ainda maior, sublinha, “nas circunstâncias concretas da nossa sociedade”.

D. José Policarpo lembra que toda a Igreja é chamada a renovar-se neste Ano da Fé e que essa renovação não depende de uma reforma estrutural da Igreja, mas sim da conversão dos corações, porque, como disse Bento XVI na Alemanha, “a verdadeira crise da Igreja no mundo ocidental é uma crise de fé”.

A cerimónia de abertura do Ano da Fé na diocese de Lisboa vai ser transmitida em directo, em versão áudio, pelo site do Patriarcado.