Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022

Ministro da Economia interrompido por protesto de jovens

18 jun, 2013

"Trabalho Sim – Estágios Não", lia-se num dos quatro cartazes levantados no auditório do Instituto do Emprego. Santos Pereira deu razão à queixa.

Ministro da Economia interrompido por protesto de jovens

Voltaram os protestos contra ministros. Esta terça-feira, o ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, foi interrompido enquanto apresentava uma proposta que pretende envolver 120 mil pessoas no programa "Impulso Jovem".

Quatro jovens que estavam no auditório do Instituto do Emprego e da Formação Profissional (IEFP), onde decorria a sessão, levantaram-se e mostraram cartazes em que se lia "Trabalho Sim – Estágios Não".

O ministro respondeu à provocação, dizendo que é por isso mesmo que o "Impulso Jovem" é importante. "Estes jovens têm toda a razão quando dizem 'queremos trabalho'", reforçou Álvaro Santos Pereira.

Segundo a agência Lusa, o governante deixou ainda um balanço das políticas de emprego jovem em 2012, apontando terem sido registadas 18.404 candidaturas ao programa Impulso Jovem, das quais 11.391 foram aprovadas.

O ministro referiu também terem sido apresentadas 11.000 candidaturas a estágios, das quais mais de nove mil foram aprovadas.

Os apoios às empresas, como o reembolso da Taxa Social Única em resposta à integração de jovens desempregados, recebeu quatro mil candidaturas, das quais duas mil foram aprovadas, e as ajudas à internacionalização suscitaram o interesse de 2.200 empresas.

A taxa de desemprego jovem em Portugal está em 40,7%, face a 24,2% na Zona Euro, segundo dados do Eurostat relativos ao primeiro trimestre do ano.