“Europeus não estavam preparados para cortes imediatos de fornecimento de gás”