“Devemos esquecer” folga de Bruxelas em 2023. Dívida é “problema muito grande”