O que falhou no caso dos refugiados ucranianos?