“O maior risco” do novo Governo “é o fantasma do José Sócrates”