Papa defende que “Igreja deve ser como Deus: sempre em saída”