Crianças expostas ao consumo de droga no Porto. Videovigilância é solução?