António só queria um telhado até ao Natal. Um ano depois do incêndio em Monchique ainda vive num anexo