Do "diabo" ausente ao "oásis" de Costa. O Estado da Nação, segundo esquerda e direita