Catalunha prepara-se para eleger Puigdemont nas europeias. “É um castigo ao Estado espanhol”