Paulo Rangel. “Temos uma visão pragmática da Europa e não uma visão utópica como o PS”