“Porque é que o Papa visita os muçulmanos?” Francisco responde