Papa: "Por favor, não insultem"