As duas regras de Trump: comprar americano e contratar americano