Carta de Seguro para Passos já seguiu

02 nov, 2012

Conteúdo da missiva ainda não é conhecido. Os socialistas não o divulgam antes do primeiro-ministro a receber.

António José Seguro já respondeu a Pedro Passos Coelho sobre o convite para um consenso para a “refundação” do memorando da “troika”, como lhe chamou o primeiro-ministro.

A Renascença sabe que o secretário-geral do PS escreveu também por carta a Passos Coelho, mas o conteúdo da reposta dos socialistas não é conhecido.

De resto, ao início da tarde, o deputado socialista Miguel Laranjeiro tinha afirmado que seria o destinatário da carta o primeiro a conhecer o seu conteúdo, numa crítica implícita ao que fez Passos Coelho, que anunciou primeiro no Parlamento que iria convidar o PS a colaborar com o Executivo numa reforma profunda do Estado e só depois formalizou esse convite.