Tempo
|

Ucrânia ganha Eurovisão, Portugal fica em nono lugar

14 mai, 2022 - 23:58 • Redação

Os Kalush Orchestra venceram com uma votação massiva do público. Portuguesa MARO estava em quinto lugar na votação do júri, mas caiu para a nona posição com o voto popular.

A+ / A-
Fotos: Alessandro Di Marco/EPA (clique na seta para ver a fotogaleria)
Fotos: Alessandro Di Marco/EPA (clique na seta para ver a fotogaleria)
Foto: Alessandro Di Marco/EPA
Foto: Alessandro Di Marco/EPA
MARO faz nono lugar na final do Festival da Eurovisão Turim 2022 com Saudade Saudade. Foto: Alessandro Di Marco/EPA
MARO faz nono lugar na final do Festival da Eurovisão Turim 2022 com Saudade Saudade. Foto: Alessandro Di Marco/EPA

A Ucrânia é a grande vencedora do Festival da Eurovisão de 2022, realizado em Turim, Itália. Os Kalush Orchestra conseguiram 631 pontos, com a canção "Stefania", e conquistaram o primeiro lugar, com uma votação massiva do público. A portuguesa MARO ficou em nono lugar.

Em segundo lugar, ficou o Reino Unido, amealhando 466 pontos, seguido da Espanha, com 459.

A participação portuguesa, com a música "Saudade, Saudade", conseguiu o nono lugar, arrecadando um total de 207 pontos. Trata-se da 7.ª melhor classificação de Portugal na Eurovisão.

MARO recebeu 36 pontos do público e 171 das quarenta nações que participaram no festival.

A cantora portuguesa estava em quinto lugar na votação dos júris dos diversos países da Eurovisão, mas caiu para a nona posição com o voto do público.

No ano passado, Portugal ficou em 12.º lugar.

Não é claro ainda onde se irá realizar o festival da Eurovisão em 2023, tendo em conta a guerra que decorre na Ucrânia, desde o final de fevereiro. Por norma, a nação vencedora organiza a edição do festival no ano seguinte.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+