Tempo
|

Interactivo

Onde vai estar o novo Presidente (e onde não pode andar de carro)

08 mar, 2016 - 16:00 • Teresa Abecasis , Rodrigo Machado

O primeiro de três dias de cerimónias da tomada de posse de Marcelo vai ser um dia cheio para o novo Presidente e para quem vive e trabalha em Lisboa. Cerimónias em várias zonas da cidade vão condicionar o trânsito. Saiba quais os sítios a evitar de carro e a que horas.

A+ / A-

O dia de quarta-feira começa cedo para Marcelo Rebelo de Sousa e acaba tarde. A primeira cerimónia do dia, a de tomada de posse, na Assembleia da República, está marcada para as 10h00 e a última, um concerto dedicados aos jovens na Praça do Município, está previsto começar às 20h30. Pelo meio, Marcelo irá passar ainda pelo Mosteiro dos Jerónimos, pelo Palácio de Belém, pela Mesquita Central de Lisboa e pelo Palácio da Ajuda. São seis pontos de uma agenda recheada de protocolos e em que o hino nacional será tocado cinco vezes.

Três delas vão ser de manhã, na Assembleia da República. Uma à chegada de Cavaco Silva, outra no fim da cerimónia de tomada de posse e a terceira à porta de S. Bento, quando Marcelo receber as honras militares dos três ramos das Forças Armadas.

Do Parlamento, o Presidente segue para o Mosteiro dos Jerónimos para uma curta cerimónia em frente aos túmulos do poeta Luís de Camões e do navegador Vasco da Gama. À saída, será escoltado pela guarda a cavalo da GNR até à Praça Afonso de Albuquerque, em frente ao Palácio de Belém, onde o hino será tocado pela quarta vez neste dia.

Na sua nova casa, esperam-no para almoçar os chefes de estado estrangeiros convidados para assistir à tomada de posse, o Presidente da Comissão Europeia, o Presidente da Assembleia da República e o primeiro-ministro, entre outros ilustres. O almoço começa às 13h30 e está previsto terminar às 14h30. Depois, Marcelo poderá descansar durante duas horas.

Às 17h00, há uma nova cerimónia, na Mesquita Central de Lisboa, onde estarão representantes de 18 confissões religiosas, entre eles o imã da mesquita e o patriarca de Lisboa. Daqui, o Presidente segue para o Palácio da Ajuda, onde irá condecorar o seu antecessor com o Grande Colar da Ordem da Liberdade.

O último ponto da agenda está marcado para as 20h30, na Câmara de Lisboa. Marcelo irá à janela dos Paços do Concelho ouvir o hino pela quinta vez, desta vez cantado por Mariza. Depois, junta-se à plateia para assistir a um concerto dedicado aos jovens onde vão actuar Anselmo Ralph, HMB, Diogo Piçarra, Pedro Abrunhosa, José Cid e Paulo de Carvalho.

As cerimónias à volta da posse de Marcelo não se ficam por aqui. Na quinta-feira à tarde, o novo Presidente tem ainda a apresentação de cumprimentos pelo Corpo Diplomático no Palácio Nacional da Ajuda. Na sexta, as cerimónias mudam-se para o Porto, com uma visita à câmara municipal (com direito a ouvir o hino nacional mais uma vez), almoço na Casa do Roseiral, passagem pela Galeria Municipal Almeida Garrett e uma visita ao Bairro do Cerco.

Veja o percurso de Marcelo no Porto:

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Antonio Risinhos
    09 mar, 2016 Palacio - Lisboa 07:48
    A visita á mesquita não podia faltar .Não tarda muito todos seremos islamitas por decreto .O pior vai ser o que vem a seguir .Que Ala nos acuda ...
  • TUGA
    08 mar, 2016 LISBOA 17:21
    O PAÍS ESTÁ NA MISÉRIA, MAS GASTA-SE À MALUCA QUE O ZÉ POVINHO PAGA!! DEPOIS AUMENTAM-SE OS IMPOSTOS E AS TAXAS MAIS AS TAXINHAS!!!! A FESTA DEVERIA SER FEITA PELO POVO POR SE VER LIVRE DAQUILO QUE OCUPA O PAÁCIO DE BELÉM

Destaques V+