Interactivo

Cavaco Silva. Uma década de presidência

29 fev, 2016 - 16:09 • Dina Soares

A+ / A-

Como Presidente, Cavaco Silva bateu vários recordes. Em 2006, quando concorreu ao primeiro mandato, foi eleito com o menor número de votos de sempre numa primeira eleição presidencial. As eleições para o segundo mandato registaram a mais elevada taxa de abstenção numas presidenciais: 53,3%. Um prenúncio do que seriam os cinco anos seguintes. Dois anos depois, já apresentava taxas de popularidade negativas. A partir daí, só pontualmente conseguiu avaliações positivas, embora sempre muito baixas. Deixa a presidência com um saldo negativo de quase 13% nas sondagens de popularidade. Nunca, em democracia, um Presidente foi tão impopular. Recorde os momentos-chave da presidência de Cavaco.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • 14 mar, 2016 17:20
    Não deixa saudades
  • Carlos Brandão
    10 mar, 2016 Barreiro la Bleue 15:07
    Eu, BI 15028663, Carlos Brandão, gostei do papel de presidente da Republica Portuguesa que Aníbal Cavaco Silva desempenhou e a sua actuação quando desapareceu as suas poupanças do BPN. Ouvi um Cavaco Silva aflito. E agora que já passou 8 anos ? Eu, Carlos Brandão, não posso impedir os políticos portugueses ou estrangeiras de terem cobiças. Só que Carlos Brandão nunca teve a cobiça de ser Socrates , Guterres ou Durão Barroso. Não vou sempre repetir que o meu propósito , era o dinheiro porque só sou 1 humildo bandido do ficheiro do " Grande Banditismo " francês, (e só quero ser isso )e também Susana Wender ( por quem pesquisei sempre o melhor para ela segundo o contexto ). E agora ? Já não depende de mim , como nunca dependeu , só o engenheiro do Holding Finances & Technologie tem a password do problema. Assim é ! Mas se 1 dia preciso de contactar a Republica , tenho Aníbal como advogado . Carlos Brandão/NIF 255633076/Barreiro la Luso
  • Alberto Rocha
    08 mar, 2016 Leiria 16:35
    Muito de acordo com a síntese de Alberto Martins, acresce o facto de ter sido ele o instigador da política de acabar as pescas e a agricultura, com o argumento de que empregava muito gente!? Foi melhor perder uma geração de agricultores e pescadores, deixámos de sermos capazes de produzir e pescar para as necessidades nacionais, a indústria naval (Lisnave, Setenave, Leixões) extinguiu-se, e é este, que assobiando para o ar, veio alertar para a Economia do Mar! Lamentavelmente teve os votso para um segundo mandato, talvez para o sossegar quanto à preocupação de vir a ter rendimentos suficientes para a reforma, e ainda foi agraciado recentemente! Estes são os sintomas que levaram Portugal a este ponto, os Portugueses são contraditórios, não sabem distinguir o bem do mal, chamados a decidir, evitam (não votam) ou então votam NIM; somos nós Portugueses os culpados, os políticos são cata-ventos porque lêem as sondagens e os Portugueses mudam de opinião consoante muda o vento!
  • P/apoiantesdecavaco
    08 mar, 2016 é isto aí 10:27
    Rui Miguel e Petervlg é porcausa de gente como o cavaco e de gente como vocês que este país, pior não pode estar.
  • Rui Miguel Oliveira
    07 mar, 2016 Vila Nova de Gaia 18:29
    sou de Gaia e empre adorei o Prof. Cavaco Silva
  • Petervlg
    07 mar, 2016 Trofa 11:31
    Todas as pessoas tem altos e baixos, dentro da conjectura, foi um bom mandato, sempre com a sua postura. Respeito. Criticar é fácil, decidir é que não.
  • Manuel Filipe da Sil
    06 mar, 2016 Póvoa de Baixo 16:03
    Como foi possível, depois de quase meio século de salazarismo/fascismo o povo português ter entregue a orientação do país, quer como 1º ministro, quer como Presidente da República a uma personagem tão miserável, tanto do ponto de vista intelectual como do ponto de vista moral e ética, a uma personagem tão cinzenta e impreparada como essa personagem que, graças a Deus nos deixa. Deixa? Cá pelos vistos não. Cá pelos vistos, depois do BPN e da Qtª da Coelha onde, como cidadão, peço à justiça que aja, agora que já não está impedida pela função, ainda vai para o mosteiro onde nos vai custar mais uns milhões. Estes democratas de conveniência pessoal e que puseram este país na condição de mendigo e subserviente, levando o povo a ter que passar as passas de Boliqueime para que uns indigentes se prostituam como cidadãos enquanto levam os seus concidadãos ao cadafalso ou à subjugação dum esclavagismo mais liberal, quiçá até democrata, onde eles possam dizer que são pessoas capazes e de mérito pedindo desculpa pelos outros portugueses que, coitados, não passam de gente açaimável. Que nojo... Ainda o termos de aturar mais dois dias. Que me desculpem os que o elegeram mas a trampa já cheira mal há muito tempo. Desde "está para nascer quem seja mais sério do que eu" e ter obrigado os portugueses a pagar o BPN que lhe deu lucros pornográficos ou até depois das suas declarações sobre o BES. Estamos fartos desta sinistra personagem....
  • Manuel
    02 mar, 2016 Moura 15:16
    Um Senhor que foi informador da PIDE ! está tudo dito sobre ele.
  • Luis
    01 mar, 2016 Lisboa 14:11
    Metam as garrafas no frigorifico. Já só faltam oito dias. A minha já lá mora. Com a vontade que tenho em festejar vou lá pôr mais duas. Quase que se poderia comparar com uma das pragas do Egipto.
  • Alberto Martins
    01 mar, 2016 Lisboap 12:30
    Cavaco silva é um dos principais culpados do pântano em que está o pais...não é o único nestes 40 anos...mas é dele que estamos a falar. Cavaco Silva foi 1º ministro de DUAS maiorias ABSOLUTAS seguidas da AD...período em que Portugal mais recebeu muitos milhões, e muitos a fundo perdido, de ECUs/Euros provenientes da CEE/UE... Teve portando condições ÓPTIMAS, politicas e financeiras para tirar Portugal do fundo...se este senhor professor de economia e finanças tivesse feito um trabalho de qualidade na gestão desses fundos Portugal nunca cairia na situação em que está por muito que aparecessem socialista, comunistas ou socrates... Mas não, desse tempo de vacas gordas, sobrou apenas o BPN para nós contribuintes pagarmos...e claro construíram-se fortunas á custa em muitos casos de fraude ao Quadro Comunitário de apoio...é bom não esquecer que se socrates aumentou a divida publica para números incomportáveis e passos coelho ainda superiores, o pai da divida foi cavaco silva enquanto 1º ministro. 2 mandatos seguidos de maioria absoluta da AD com cavaco a 1º ministro serviram essencialmente para desbaratar os milhões da CEE/UE...foi um fartar vilanagem pelos membros do regime do cavaquistão...Dias Loureiro, Duarte Lima, Oliveira e Costa e muitos outros que gravitavam em volta... Não sei que modernidade se pode apontar a cavaco quando é um individuo cristalizado e parado no tempo...aliás a assinatura de entrada na CEE, mal preparada, foi feita por Mário Soares outro parecido...