Benfica

Contas chumbadas. Sócios pedem demissão de Vieira

28 set, 2012

Assembleia Geral decorreu com ambiente tenso. Houve o rebentamento de um petardo e Luís Filipe Vieira foi fortemente contestado.
Contas chumbadas. Sócios pedem demissão de Vieira
Luís Filipe Vieira viu ser-lhe chumbado o relatório e contas de 2011/12 durante uma Assembleia Geral que decorreu num ambiente de grande contestação à actual direcção. O chumbo das contas acabou por cair para segundo plano, tal foi o tom dos protestos.

O momento em que o presidente do Benfica subiu ao palanque para explicar os números apresentados foi a altura escolhida por um grupo de sócios dirigir insultos a Vieira. A atmosfera "aqueceu" e levou mesmo alguns dos cerca de 500 sócios presentes a abandonar o pavilhão nº 2 da Luz.

O acto não foi isolado e a cena prolongou-se, ao ponto de rebentar um petardo no interior da sala. Os sócios pediram a demissão de Luís Filipe Vieira e o dirigente teve que sair sob escolta policial, tal a dimensão da contestação.

Na altura de ir a votos o relatório teve 4 mil votos a favor, mas 7 sete mil (6998) foram negativos, levando ao chumbo do documento que apresentava resultados negativos de 12,9 milhões de euros. 

Com eleições previstas para Outubro, e embora não haja, neste momento qualquer lista de oposição, Luís Filipe Vieira não passou na Assembleia Geral.