Tempo
|
A+ / A-

Rúben Amorim. Sporting ainda pode melhorar e quer vencer “perigoso” Rio Ave

24 set, 2023 - 21:03 • Redação com Lusa

A partida está marcada para esta segunda-feira, a partir das 20h15. O jogo tem relato na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.pt.

A+ / A-

O Sporting tem tido um bom início de temporada, ainda sem derrotas, mas o treinador Rúben Amorim considera que ainda pode haver melhorias, a começar frente ao Rio Ave, na sexta jornada da I Liga.

"Isto é um início normal. Estamos no início e é levar isto com naturalidade. Estamos a jogar bem, mas acho que podemos jogar melhor. Não somos constantes na qualidade nos 90 minutos, há muito a trabalhar e os jogadores têm de lutar pelo seu lugar. Não vejo como uma equipa pode ficar vaidosa e um jogador do Sporting ficar satisfeito por ganhar jogos. Isto deve ser o normal no Sporting", expressou o treinador.

Em conferência de imprensa de antevisão da receção ao Rio Ave, no auditório do Estádio José Alvalade, em Lisboa, Rúben Amorim entende, no entanto, que a gestão que já tem iniciado na equipa, aliada ao facto de ter poucas mudanças na base do seu plantel, ajuda o Sporting a obter resultados, pois os jogadores têm de "manter o nível".

"Mantivemos a base, começámos bem e foi importante ganhar o jogo do Vizela dentro daquele sufoco. Os primeiros jogos conseguem criar dinâmicas diferentes, os adeptos ficam mais confiantes e tudo se junta. Fizemos um 'reset' do campeonato passado, tal como quando fomos campeões. Criámos uma boa dinâmica, que nos ajuda a estar num bom momento, mas isto pode mudar de um momento para o outro. Cada campeonato tem a sua história e estamos a construir a história deste campeonato", frisou o técnico.

Em relação ao adversário desta ronda, Rúben Amorim devolveu os elogios feitos pelo treinador dos vilacondenses, sublinhando a inteligência de Luís Freire ao comando de uma equipa que "gosta de ter bola", num encontro que espera "difícil e perigoso".

"Não olho para os resultados, mas para a forma como o Rio Ave joga. Percebem muito bem a forma de jogar e o encaixe é difícil, pois jogam numa linha de cinco como nós. Empataram com Casa Pia e Famalicão - sempre jogos difíceis - e o FC Porto venceu nos últimos minutos. Talvez não vá ter a responsabilidade dos pontos, tem capacidade para pressionar alto e nós temos a pressão toda do jogo. Tenho a certeza de que vai ser um jogo bastante difícil. Vamos tentar fazer um bom jogo e ganhar", salientou o treinador.

Se, por um lado, não é possível ainda os 'leões' darem uma data certa para o regresso do central neerlandês St. Juste, que "está a melhorar a olhos vistos", Rúben Amorim deixou 'escapar', com sorrisos, que o avançado sueco Gyokeres encontra-se em dúvida.

"Tem sido um excelente reforço. É avançado, marca golos, tem boas exibições e chama bastante a atenção. Foi muito falada a falta de um avançado e cria ilusão nos adeptos. Tem sido o reforço mais falado. Se vai ser o melhor ou não, estamos na sexta jornada e é precoce avaliar os reforços. Tem sido um bom reforço, tal como o Hjulmand e como vai ser o Fresneda. Até agora, tem corrido bem, mas ainda pode fazer melhor", atirou.

O Sporting, quarto classificado, com 13 pontos, recebe o Rio Ave, 13.º, com cinco, na segunda-feira, a partir das 20h15, no Estádio José Alvalade. A partida terá relato na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+