Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Sporting

Tottenham "tem a responsabilidade", mas Amorim "acredita que é possível vencer"

12 set, 2022 - 18:35 • Redação

O treinador do Sporting espera que a equipa não repita os erros que cometeu em casa do Eintracht Frankfurt: "Eles não vão perdoar e o Tottenham marcando primeiro, vai ser muito complicado".

A+ / A-

Rúben Amorim, treinador do Sporting, acredita que é possível vencer na receção ao Tottenham, apesar de atirar a responsabilidade do resultado para a equipa inglesa, que na opinião do técnico é a favorita do grupo, que tem ainda Marselha e Eintracht Frankfurt.

"O Tottenham é muito forte, está em quarto, tem um treinador que é um vencedor, ganha onde quer que vá e é muito forte nas transições, nas bolas paradas, mesmo os pontapés de baliza do Lloris são perigosos. É uma equipa completa e com jogadores de qualidade. Gostamos de ter bola, queremos manter a nossa identidade, queremos ser competitivos e o resultado logo se vê. A responsabilidade está no lado do Tottenham, somos um clube grande e temos de jogar para vencer", disse, em conferência de imprensa.

No entanto, não há medo no Sporting, que até "gosta" de ser encarado como a equipa mais fraca do grupo.

"Medo não faz parte do futebol, o Tottenham é favorito e isso retira-nos responsabilidade para o exterior. Medo não há, mudou a forma como olhamos para nós, sabemos que é possível, somos mais maduros e preparados. Não interessa como olham para nós, acredito que na Europa olham como a equipa mais fraca do grupo e nós gostamos disso. Acreditamos que é possível, queremos ganhar", atira.

Os "Spurs" não jogaram neste fim de semana devido ao adiamento da jornada da Premier League, na sequência da morte da Rainha Isabel II, mas Amorim não quer falar sobre o possível desgaste da sua equipa.

"Não quero falar muito em cansaço, poderia servir de desculpa para os jogadores. Normalmente são os ingleses que têm menos tempo. Conhecemos a equipa, só tivemos menos tempo para preparar e recuperar. É um jogo de Champions, os nossos jogadores com ambição vão estar recuperados. Se calhar mais difícil será depois com o Boavista", atira.

A vitória com o Eintracht "aumenta a confiança, mas não mudaria nada". Amorim lamenta, no entanto, as perdas de St. Juste e Neto, baixas por lesão.

"É sempre uma preocupação. Perdemos o St. Juste, que poderia ser o encaixe perfeito para o Son, que é muito rápido, e o Neto também. Gonçalo Inácio e Esgaio podem ser opção. Temos os jogadores que temos", atira.

Repetição de erros da Alemanha serão fatais

O Sporting venceu sem sofrer na Alemanha, mas o Eintracht teve várias oportunidades na primeira parte, consequentes de erros na saída de bola. Amorim acredita que a repetição desses erros serão fatais contra uma equipa com jogadores como Harry Kane e Son.

"Se perdermos as bolas que perdemos com o Eintracht, eles não vão perdoar. Temos de manter a nossa forma de jogar, mas eles não vão perdoar e complicamos muito o jogo. O Tottenham marcando primeiro, vai ser muito complicado, foi uma preocupação que tivemos neste dia de preparação", termina.

O Sporting recebe o Tottenham esta terça-feira, em Alvalade, às 17h45, jogo com relato na Renascença e acompanhamento, ao minuto, em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+