Tempo
|
A+ / A-

Rúben Amorim. “Quando não se ganha um título sabe a pouco”

14 mai, 2022 - 23:33

Já na sala de imprensa, o técnico confirmou que vai continuar em Alvalade.

A+ / A-

O treinador do Sporting reconhece que “quando não se ganha um título sabe a pouco”.

No balanço da partida contra o Santa Clara, Rúben Amorim disse: “Entrámos bem no início, mas depois perdemos muitas bolas na construção e deixamos o Santa Clara ter algumas oportunidades. Houve alguma descompressão”.

“Criámos várias oportunidades, fizemos quatro golos. Controlámos muito melhor na segunda parte, não demos qualquer hipótese”, referiu.

Já num balanço da temporada, o técnico dos leões acrescentou: “Estamos sempre a aprender, mas tudo o que eles fizeram, eles já demonstraram durante o ano. Todos eles, os que jogaram e os que não jogaram. Fizeram uma época em que fizeram bastantes pontos, tiveram em todas as decisões, passaram a fase de grupos da Liga dos Campeões, mas, no fim, quando não se ganho um título, sabe a pouco”.

“Temos mais opções para tentar enganar os adversários, mas melhoramos muito no ataque posicional e marcámos muitos golos nesta fase final. Acho que sofremos mais golos do que merecíamos esta época. O ano passado defendíamos bem, mas este ano deixamos os adversários criar menos e chegar menos vezes à nossa baliza e acabámos por sofrer golos que não devíamos ter sofrido. É algo que temos de trabalhar”, considera.

Quanto à despedida de Sarabia, Amorim lembra que o jogador “queria provar muito que é o jogador que demonstrou ser. Todas essas vontades, o facto de nós, com o negócio do Nuno Mendes, podermos ir buscar um jogador que de outra maneira não tínhamos condições para poder pagar o salário que ele aufere, juntou-se tudo. A vontade do jogador, a vontade da equipa em ter um jogador daquela qualidade. O facto de ele adaptar-se a uma coisa mais familiar, a uma coisa com estágios todas as semanas, sem grande luxo ao pequeno-almoço e ao almoço. De certeza que lhe custou a adaptar-se, mas de certeza que ele vai melhor jogador daqui”.

“Vai ter dificuldade em lidar com menos exigência no treino. Ele melhorou muito, nós melhoramos muito como equipa, o clube foi mais falado em Espanha, ficou mais querido em Espanha, portanto, tudo acabou bem, sabendo que é difícil o Pablo continuar”.

Já na sala de imprensa, o técnico confirmou que vai continuar em Alvalade.

"Tenho a minha decisão tomada. Não quero sair assim, não vou sair agora. Sei que corro o risco de ser despedido, podia ir de outra forma, mas vão ter de levar comigo mais um ano", disse.

O Sporting goleou o Santa Clara por 4-0.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+