Tempo
|
A+ / A-

Domingos discorda da exposição do caso Slimani. "Coisas em privado, resolvem-se em privado"

25 abr, 2022 - 12:18 • João Paulo Ribeiro

Antigo treinador dos leões desconhece se a situação afetou o rendimento do grupo de trabalho.

A+ / A-

O caso Slimani devia ter sido resolvido em privado. Quem o diz é Domingos Paciência, depois de Rúben Amorim ter fechado a porta a Slimani, assumindo que não conta com o avançado argelino, que não foi chamado para o desafio desta noite no Bessa, diante do Boavista.

Ouvido por Bola Branca, o antigo treinador do Sporting não liga diretamente a situação a uma eventual quebra competitiva da equipa leonina mas defende que a exposição do assunto não ajuda, em nada, o balneário.

"Estas situações não abonam nada a favor dos grupos de trabalho. Assuntos que tenham a ver com a liderança do treinador podem interferir com o grupo, mas desconheço se influenciou o rendimento da equipa. Na forma como vejo a liderança, as coisas que acontecem em privado resolvem-se em privado. Se forem públicas. resolvem-se em público mas as pessoas saberão como gerir as situações, cada um tem a sua forma de o fazer", refere.

Slimani ficou de fora do jogo da Taça de Portugal diante do FC Porto e falha, esta segunda-feira, o desafio com o Boavista da jornada 31 da Liga Portuguesa.

"FC Porto foi melhor"

Hoje há, também, um Sporting de Braga - FC Porto, numa ronda que até pode ser de título para os dragões.

"O FC Porto foi melhor e vai ser campeão, é uma questão de tempo", afirma Domingos Paciência.

"Vai ser um grande jogo entre duas excelentes equipas. O que pode fazer a diferença é a confiança que o Porto apresenta. Quanto ao Sporting, por muito que o Rúben Amorim diga que a equipa esteve melhor este ano, a mim parece-me que foi mais irregular", conclui.

O jogo Braga - FC Porto realiza-se às 18h00. O Boavista - Sporting às 20h30. Ambas as partidas têm relato na Renascença e acompanhamento, ao minuto, em rr.sapo.pt.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+