Tempo
|
A+ / A-

Carlos Carvalhal

Visita ao Sporting é "o jogo mais difícil da época" para o Braga

21 jan, 2022 - 13:32 • Inês Braga Sampaio Redação

Carlos Carvalhal não esconde, no entanto, a ambição de completar o primeiro trabalho de Hércules e derrubar o leão.

A+ / A-

Carlos Carvalhal considera que a visita ao Sporting, campeão nacional, é o jogo mais complicado que o Sporting de Braga enfrenta esta temporada.

"Jogar no campo do campeão nacional é o jogo mais difícil da época, ou dos mais difíceis", disse o treinador dos minhotos, esta sexta-feira, na conferência de imprensa de antevisão da partida da jornada 19 da I Liga.

Carvalhal assinalou que o Sporting "está a atravessar um bom momento" e é uma equipa "forte, que interpreta muito bem todos os momentos do jogo". Um duro obstáculo que o técnico do Braga espera superar.

"Vamos com a ambição de sempre. Não nos atemorizamos. Respeitamos o Sporting, mas queremos muito lutar pelos três pontos", vincou.

Uma das mais-valias do Sporting, no entender de Carvalhal, é a consistência defensiva: "É a base do Sporting campeão e que, esta época, está a fazer um percurso espetacular, que roça a perfeição."

No entanto, os leões sofreram dois golos em dois dos três últimos jogos para o campeonato. O treinador do Braga desvalorizou esse dado, reforçando que o Sporting "é uma equipa difícil de ser batida".

Encurtar a diferença para os três grandes


Em 154 jogos entre ambos, o Sporting venceu 96, houve 23 empates e 35 vitórias para o Braga. Carvalhal reconheceu que o histórico não é favorável, no entanto, assinalou que diz respeito, também, a anos longínquos em que os minhotos não tinham a força que têm hoje:

"Estamos a falar de três clubes com dimensão histórica muito forte e alguma supremacia sobre as outras equipas no futebol português. O Braga, nos últimos anos, tem procurado aproximar-se. Há anos em que essas equipas estão muito mais fortes do que as outras. Cabe-nos procurar que isso tenda para o equilíbrio. É o que faremos amanhã [sábado], sabendo que teremos uma tarefa hercúlea pela frente."

Para completar a primeira missão de Hércules - derrotar o leão -, o Braga terá de "melhorar no capítulo da eficácia", assumiu Carvalhal.

Sem treinador, mas com dois regressos


O treinador não estará no banco do Braga, devido a castigo, algo que considerou "uma injustiça". Uma ausência "importante", admitiu. Porém, também manifestou total confiança nos seus adjuntos, Orlando Silva e Eduardo, que estão "muito identificados" com Carlos Carvalhal.

"Trabalhamos em equipa e vamos estar atentos a tudo para tentar ajudar os jogadores dentro de campo a conseguir um bom resultado."

André Castro e Francisco Moura estão de volta. Regressado de longa lesão, David Carmo já treina sem limitações, mas não será opção.

"Foi a primeira semana que o David Carmo treinou sem qualquer limitação depois de 300 e tal dias de paragem. Obviamente, não está em condições mínimas de poder competir", sustentou Carvalhal.

O Sporting-Braga joga-se no sábado, às 20h30, em Alvalade. Relato em direto na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+