Tempo
|
A+ / A-

Homenagem

Fernando Gomes. "Grande homem, grande capitão, grande jogador"

27 nov, 2022 - 16:33

Velório e funeral do bibota de ouro decorrem este domingo. Fernando Gomes faleceu no sábado aos 66 anos, vítima de cancro.

A+ / A-

Foram muitas as pessoas, anónimos e conhecidos, que, mesmo debaixo de chuva foram despedir-se do bibota de ouro Fernando Gomes, falecido neste sábado, vítima de cancro.

A Renascença compila aqui algumas das reações recolhidas durante o velório do maior goleador da história do FC Porto.

Futre

"Foi um dos grandes do futebol português. O futebol português está de luto e o FC Porto, claro. A nível pessoal, foi um líder, um capitão. Sem ele não estava aqui. Fizemos uma dupla do outro mundo"

Inácio

São sempre momentos complicados e difíceis. Desaparece do nosso convívio um grande homem, um grande capitão e um grande jogador e isso mexe sempre com qualquer pessoa", disse o antigo jogador, técnico e dirigente, antes de confessar uma mágoa dos tempos em que foram companheiros: "Guardo a memória de um grande colega de balneário e capitão, que tenho uma enorme pena que não tenha estado presente, porque merecia, na final de Viena, contribuiu muito para lá chegarmos."

Frasco

"A memória vai ficar sempre, porque o Fernando nunca vai desaparecer da minha memória. Era um amigo, um companheiro de grandes lutas, um goleador nato, um homem espetacular e naturalmente é uma tristeza enorme, mas infelizmente a vida obrigou-o a sofrer de uma forma atroz. Não merecia, mas temos de lhe prestar uma homenagem e continuarmos a lembrar-nos dele".

Vilas-Boas

“É uma perda irreparável. Um dos símbolos máximos do clube, pessoa que recordamos com grande paixão e intensidade, não só na beleza do seu jogo, mas também na beleza das celebrações”.

Álvaro Magalhães

"O Fernando é um ídolo do futebol nacional, não apenas do FC Porto. Era pessoa extraordinária, foi um profissional dentro e fora das quatro linhas. Era meu amigo, foi meu capitão na Seleção e era amigo do seu amigo. As rivalidades eram dentro do campo, fora do campo era outra coisa. Tenho recordações fantásticas com ele, trabalhámos juntos nas férias no Algarve com o professor José Neto e o Lima Pereira, que já partiu também. O Gomes era um líder, e já não existem capitães com este calibre, qualidade, capacidade e nível cultural, que o dele era acima da média”

António Salvador

"Todo o país e desporto em geral fica muito mais pobre. Uma figura incontornável do futebol português e internacional, jogador que foi bota de ouro duas vezes. Foi um grande jogador, marcou uma história no FC Porto e em Portugal"

José Luís Carneiro

"Eu era um admirador deste grande atleta do futebol português"

Presente desde manhã no velório esteve o presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa, mas também estiveram presentes o administrador Luís Gonçalves ou o treinador Sérgio Conceição, tal como a equipa de Sub-17 dos dragões.

Fernando Gomes morreu este sábado, aos 66 anos, vítima de cancro.

O avançado marcou “355 golos em 452 jogos oficiais pelo FC Porto. E muitos deles foram decisivos”. Para além do FC Porto, o “9” também representou o Sporting Gijón e o Sporting. Pela seleção de Portugal, participou em 47 jogos, marcou 11 golos e esteve entre os convocados para o Europeu de 1984 e o Mundial de 1986.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+