Tempo
|
A+ / A-

Morreu Fernando Gomes

“Portugal ficou mais pobre”. As reações à morte do “bibota de ouro”

26 nov, 2022 - 17:03 • Redação

O funeral realiza-se às 15h00 de domingo, na Igreja das Antas, no Porto.

A+ / A-

Morreu Fernando Gomes, bibota de ouro do FC Porto, aos 66 anos. As reações sucedem-se.

A Renascença ouviu Gabriel Mendes, antigo colega nos dragões, que elogia Fernando Gomes como jogador e como homem.

“Foi sempre uma boa pessoa, bom jogador, mas também como homem. Portugal ficou mais pobre”, referiu.

"Um dia muito triste para quem gosta do futebol e para quem idolatrou Fernando Gomes", diz Domingos Paciência, que acrescenta: "Concretizei o sonho de jogar ao lado" do bibota de ouro.
Octávio Machado, que foi treinador adjunto do FC Porto, considera "impressionante" e "marcante" a trajetória de Fernando Gomes.

Já José Fernando Rio, antigo candidato à presidência do FC Porto, presta homenagem ao antigo jogador, que foi o seu primeiro ídolo no futebol.

“Marcou uma era no FC Porto, deu tudo o que tinha pelo Porto e o seu nome vai ficar para sempre ligado á história do FC Porto”, disse.

Fernando Gomes morreu este sábado, aos 66 anos, vítima de cancro. O funeral realiza-se às 15h00 de domingo, na Igreja das Antas, no Porto.

O avançado marcou “355 golos em 452 jogos oficiais pelo FC Porto. E muitos deles foram decisivos”. Para além do FC Porto, o “9” também representou o Sporting Gijón e o Sporting. Pela seleção de Portugal, participou em 47 jogos, marcou 11 golos e esteve entre os convocados para o Europeu de 1984 e o Mundial de 1986.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+