Tempo
|
A+ / A-

FC Porto

Conceição e a saída de Vitinha. "Não sou dirigente para saber se foi bom ou mau negócio"

29 jul, 2022 - 12:30 • Redação

Treinador do FC Porto garante que esteve concentrado na preparação da temporada e deixa o mercado nas mãos da direção.

A+ / A-

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, "não é dirigente" para estar a comentar o negócio da saída de Vitinha para o Paris Saint-Germain, por 40 milhões de euros.

Em conferência de imprensa e na primeira vez que o técnico fala em público desde o fim da época passada, o treinador deixa esses assuntos na mão de Pinto da Costa.

"A minha energia foi toda para o que posso controlar, os jogadores e o balneário. Não sou dirigente para saber se é bom ou mau negócio. Temos gente muito capaz e que demonstraram ao longo destes 40 anos, como o presidente. Tudo passa por ele e é a direção que trata desses assuntos", disse.

Vitinha foi apenas um dos jogadores que deixou o Porto neste mercado, para além de Fábio Vieira, para o Arsenal, Mbemba, em fim de contrato, e Francisco Conceição, para o Ajax.

Sérgio Conceição segue a linha da temporada passada, deixa o mercado "à porta do Olival" e não prevê possíveis alterações no plantel.

"O mercado fica ali à porta do Olival, não falo. O culpado provavelmente sou eu, porque passei este tempo todo sem falar. Na pré-época fiz questão de não falar, há que concentrar no trabalho, muita coisa a fazer", diz.

O Porto volta à competição este sábado, às 20h45, com a Supertaça Cândido de Oliveira, frente ao Tondela. O jogo, em Aveiro, terá relato na Renascença e acompanhamento, ao minuto, em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+