Tempo
|
A+ / A-

FC Porto

Fábio Vieira confirma Arsenal. "Era importante para todas as partes"

18 jun, 2022 - 14:48 • Redação

Primeiras palavras do médio português, de 22, sobre a transferência, que pode render até 40 milhões de euros ao FC Porto. Fábio Vieira promete "trabalho, trabalho, trabalho".

A+ / A-

Fábio Vieira aceitou deixar o FC Porto para rumar ao Arsenal por acreditar que é uma transferência que beneficia todos os envolvidos.

Em declarações reproduzidas pelo jornal britânico "Mirror", este sábado, o médio português, de 22 anos, explica como se processou o negócio com os ingleses, com intervenção fulcral do seu empresário, Jorge Mendes.

"O meu agente trabalhou nas negociações entre os dois clubes e eu aceitei esta transferência porque era importante para todas as partes. Sempre vi a Premier League na televisão", conta o criativo.

A transferência foi confirmada na sexta-feira pelo FC Porto. Em comunicado à CMVM, o clube português informou ter chegado a um "princípio de acordo" para a venda de Fábio Vieira ao Arsenal, por 35 milhões de euros, mais cinco milhões dependentes de objetivos.

O preço não afeta Fábio Vieira, que garante muito empenho: "Jogar na Premier League não será fácil e só prometo trabalho, trabalho, trabalho."

Formado no FC Porto, Fábio Vieira venceu a Youth League nos sub-19 em 2018/19 e estreou-se na equipa principal na época seguinte. A temporada que agora termina foi de afirmação: fez 39 jogos, com registo de sete golos e 16 assistências, com que ajudou o FC Porto a sagrar-se campeão.

O jovem médio deixa o Dragão com três títulos conquistados pela equipa principal: dois campeonatos nacionais e uma Taça de Portugal.

Internacional português de sub-21, Fábio Vieira foi eleito o melhor jogador do Europeu da categoria em 2021 e, na fase de qualificação para a próxima edição, leva já sete golos e três assistências em oito jogos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+