Tempo
|
A+ / A-

FC Porto

Sérgio Conceição confirmado no banco na final da Taça de Portugal

19 mai, 2022 - 09:19 • Eduardo Soares da Silva

Conselho de Disciplina apenas vai decidir sobre o caso das alegadas agressões no FC Porto-Sporting na próxima semana. Eventual castigo será apenas anunciado depois da final da Taça.

A+ / A-

Sérgio Conceição vai orientar a equipa do FC Porto na final da Taça de Portugal frente ao Tondela.

De acordo com o jornal "O Jogo", o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol apenas vai decidir sobre o caso das alegadas agressões na garagem do Estádio do Dragão na próxima semana, o que deixa o treinador livre para estar na final da Taça, no domingo.

O momento aconteceu depois do FC Porto-Sporting da 22.ª jornada da I Liga, a 11 de fevereiro. Na garagem do Estádio do Dragão, elementos das duas estruturas trocaram palavras depois do presidente leonino, Frederico Varandas, ter ido à sala de imprensa.

Os leões acusaram Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, Vítor Baía, vice-presidente e administrador da SAD, e Rui Cerqueira, diretor de imprensa do clube, por "agressões verbais e tentativas de agressão física".

Sérgio Conceição e os restantes elementos envolvidos apenas serão ouvidos esta tarde pelo Conselho de Disciplina, pelo que a decisão ficará para a próxima semana.

Em conferência de imprensa antes do último jogo do campeonato, Sérgio Conceição garante que não esteve presente no momento.

"Tenho muita dificuldade em falar dele porque não sei o que aconteceu. Não estive presente, pura e simplemente. Estive 10 segundos com o Rui Cerqueira, por onde passam os autocarros, a 15 metros do meu gabinete. Não pode haver um polícia, um delegado da Liga, não há nenhuma imagem, nenhuma pessoa idónea que pessoa dizer que eu fiz isto ou aquilo ou que alguém fez aquilo que é relatado na acusação. Não tenho a dizer mais nada. A acusação é feita com base no testemunho de 5 pessoas ligadas ao Sporting", termina.

Sporting e FC Porto empataram a dois golos, em jogo da 22.ª jornada marcado por incidentes após o fim da partida e ainda no relvado. Os jogadores e responsáveis das duas equipas envolveram-se em confrontos, João Palhinha, Pepe, Tabata e Marchesín foram castigados.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+