Tempo
|
A+ / A-

FC Porto

Corona revela que começou a falar com Lopetegui sobre o Sevilha há ano e meio

17 jan, 2022 - 15:53 • Redação com Lusa

O extremo internacional colombiano, de 29 anos, trocou o FC Porto em janeiro pelo treinador que o levou para o Dragão.

A+ / A-

Jesús Corona revelou, esta segunda-feira, que a sua transferência do FC Porto para o Sevilha começou a ganhar força há ano e meio em conversas com o treinador dos espanhóis, Julen Lopetegui, que também comandou os dragões.

“Há ano e meio comecei a ter conversas sobre a possibilidade de assinar com o Julen Lopetegui, com quem já tinha trabalhado, e também com o Óliver, que jogou comigo no FC Porto. Por isso, já há bastante tempo que queria vir para o Sevilha e estou muito feliz por ter acontecido”, afirmou Corona, durante a apresentação como reforço andaluz.

O extremo internacional mexicano, de 29 anos, acrescentou que, desde essa altura, começou a seguir com mais atenção o percurso do Sevilha e destacou as seis conquistas da Liga Europa.

“É uma equipa muito forte e com história. Fui muito bem recebido e estou na equipa para deixar a minha marca e fazer história num dos melhores clubes europeus. Todos me têm dado confiança e vou retribuir com trabalho e dando o meu melhor”, afiançou o avançado.

FIFA proíbe contactos com jogadores sob contrato


A revelação de Corona poderá, eventualmente, trazer problemas ao Sevilha, dado que os Regulamentos da FIFA ditam que um clube que queira contratar um jogador sob contrato deve falar diretamente com o outro emblema e não com o jogador ou os seus representantes. Estes últimos devem ser chamados à discussão apenas quando já houver negociações em marcha entre os dois clubes.

"Um clube que pretenda contratar um profissional deve informar o clube atual do jogador por escrito antes de entrar em negociações com ele", lê-se.

Apesar das regras, é comum haver contactos entre um clube e um jogador com contrato. Ainda assim, a admissão pública por parte de Corona, e considerando que ditas conversas com Lopetegui se estenderam, alegadamente, por época e meia de serviço ao FC Porto, pode traduzir-se em problemas para o Sevilha.

Formado no Monterrey, Corona ingressou no Twente, dos Países Baixos, em 2013/14, tendo depois seguido para o FC Porto em 2015/16, clube que representou durante seis temporadas e meia.

O extremo mexicano já fez a sua estreia no Sevilha no último fim de semana, na derrota com o Bétis (2-1), em jogo da Taça do Rei.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+