Tempo
|
A+ / A-

FC Porto

Secretário antevê dragão em alerta nos Açores

05 nov, 2021 - 12:45 • Rui Viegas

Equipa de Sérgio Conceição regressa ao terreno do Santa Clara, onde perdeu recentemente para a Taça da Liga.

A+ / A-

Carlos Secretário espera por um FC Porto em alerta no regresso aos Açores, onde perdeu recentemente e foi eliminado da Taça da Liga.

O antigo lateral portista, que passou pelo Santa Clara enquanto adjunto na época de 2005/06, faz o lançamento em Bola Branca do desafio da 11ª jornada do campeonato, entre açorianos e dragões, este domingo.

"Para o Porto não é fácil jogar de três em três dias, mas já é um hábito e o Sérgio e a sua equipa técnica têm as melhores ferramentas para que os jogadores possam recuperar o mais rápido possível. Por isso, acho que o Porto vai estar preparado e já provou que tem tido capacidade física para o fazer. Derrota recente não afetará. O Porto já fez bons jogos a seguir e acredito num Porto muito forte", diz Secretário.

O antigo jogador admite, por outro lado, que não afetando, a derrota sofrida diante do Santa Clara deixará o clube "em alerta". "O FC Porto entra sempre para ganhar e uma derrota faz sempre mossa. Mas a equipa saberá analisar o que correu menos bem na Taça da Liga e estará precavida para isso", considera o ex-defesa e atual treinador, de 51 anos, que antevê um embate "difícil para ambas as equipas" e no qual Santa Clara e FC Porto jogarão para ganhar.

Carlos Secretário coadjuvou Mário Reis no banco do conjunto de Ponta Delgada. Estávamos em 2005/06 e o antigo internacional guarda com carinho essa época no emblema insular, sendo que os tempos são outros, adverte.

"A estrutura do Santa Clara é diferente, mas - na altura - fomos muito acarinhados, por gente do futebol. Este ano o Santa Clara talvez esteja a pagar a factura de ter começado mais cedo devido às competições europeias", analisa, a terminar, Secretário.

O Santa Clara-FC Porto, a contar para a jornada 11 da I Liga, está agendado para as 17h00 de domingo. Jogo com relato na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+