Tempo
|
A+ / A-

Clássico

Pedido de auto de flagrante delito a Pepe recusado

17 set, 2021 - 10:13 • Redação

Sporting fez uma participação na Comissão de Instrutores da Liga, devido a um lance no clássico.

A+ / A-

A Comissão de Instrutores da Liga de Clubes recusou o pedido do Sporting para a elaboração de um auto de flagrante delito a Pepe, por um lance disputado com Coates no clássico do último sábado. O caso está arquivado e o capitão do FC Porto não será castigado.

Num canto aos 31 minutos, Pepe atinge o capitão do Sporting na cara. O videoárbitro não interveio e não assinalou grande penalidade a favor dos leões.

Sem intervenção da equipa de arbitragem no jogo, o Sporting tinha apresentado, na segunda-feira, uma participação na expectativa que Pepe fosse responsabilizado pela ação, que no entendimento do Sporting, foi uma agressão do capitão do FC Porto a Coates.

De acordo com o artigo 258º do regulamento disciplinar da Liga de Clubes, considera-se "verificada em flagrante a infração que é detetada através de objetos ou sinais percecionados diretamente, ainda que através da visualização de imagens televisivas, que mostrem claramente que a infração foi cometida e o agente nela participou".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+