Tempo
|
A+ / A-

Liga dos Campeões

Sérgio Conceição apela ao "espírito e ambição" do FC Porto para vencer duelo de amigos

14 set, 2021 - 13:27 • Redação

Treinador do FC Porto assume que diferença orçamental e competitiva para o Atlético de Madrid é significativa. Contudo, só pensa em derrotar o "bitaiteiro" amigo Diego Simeone.

A+ / A-

Sérgio Conceição não esconde que será difícil, mas pretende entrar na fase de grupos Liga dos Campeões com uma vitória frente ao Atlético de Madrid do amigo Diego Simeone, num duelo de "teimosos".

"Milan, Liverpool e Atlético fazem parte de campeonatos, em termos financeiros e de competitividade, mais fortes do que o nosso. Nós conseguimos contrapor essa diferença com um espírito e ambição muito grandes, olhando para cada jogo com uma oportunidade para ganhar. Tentamos sempre vencer, é assim que abordamos o jogo", sublinhou o técnico do FC Porto, esta terça-feira, em conferência de imprensa.

Sérgio reconhece as semelhanças entre o Porto e o Atlético, dois clubes "de gente muito apaixonada" e que, "no seu ADN, têm muito a ver" com as personalidades do técnico portista e do próprio Simeone.

"São as duas equipas aguerridas, com ambição e determinação, mas hoje em dia, no futebol, esses elementos são necessários para ganhar jogos. Depois, têm as suas diferenças. Nós somos uma equipa mais pressionante na organização defensiva, o Atlético é mais paciente. Com bola também são equipas diferentes. Mas a base está lá. São equipas que não viram a cara à luta, que disputam cada lance. Aí, há semelhanças", admitiu.

"Simeone era mais 'bitaiteiro'"


Sérgio Conceição e Diego Simeone conhecem-se bem, dado que foram companheiros de equipa na Lázio. Integraram "um grupo ganhador, difícil de lidar e treinar, de gente com personalidade muito forte".

"Não foi um ano de beijinhos, foi um ano de muita luta. mas foi um ano muito bom, em que conseguimos dar o segundo título à Lázio. Mas isso faz tudo parte do passado", salientou o treinador do FC Porto.

No presente, Sérgio ficou surpreso por Simeone dizer que não esperava que o português, que apelidou de "teimoso", se tornasse treinador. Algo que, em contraponto, o argentino já imaginava para si próprio.

"Se sou teimoso, ele não será menos. Ele, mais velho, estava a pensar no final da carreira. Eu, com 23 anos, estava a pensar em atingir o auge. Ele era mais 'bitaiteiro' no balneário sobre a equipa", atirou Sérgio.

Apesar do carinho para com Simeone e dois ex-FC Porto, Héctor Herrera e Felipe, Sérgio Conceição não tem preferido para passar à fase seguinte:

"Gostava que nós fôssemos apurados. Não estaria mais ou menos alegre por ser o Atlético, o Milan ou o Liverpool a seguir para os 'oitavos'."

O Atlético de Madrid-FC Porto, da primeira jornada do grupo B, joga-se na quarta-feira, às 20h00, no Wanda Metropolitano. Relato em direto na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+