Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

João Alves Tavares

​“Bruno Costa irá agarrar a oportunidade e afirmar-se no FC Porto”

07 jul, 2021 - 12:45 • Pedro Azevedo

Treinador que orientou o médio no Feirense antes do salto para a formação dos dragões antevê uma temporada de sucesso de Bruno Costa, depois de um ano e meio de maturação em Portimão e Paços de Ferreira.

A+ / A-

João Alves Tavares foi um dos primeiros treinadores na formação de Bruno Costa, no Feirense, antes da mudança para o FC Porto. O treinador não tem dúvidas que o médio vai ter sucesso no regresso ao Dragão.

“Acredito que o Bruno tenha passado um processo de maturação importante para ele no futebol nacional e acredito que o terá todas as condições e capacidade como jogador talentoso que é de conseguir agarrar esta oportunidade e afirmar-se no FC Porto”, refere João Alves Tavares em entrevista a Bola Branca.

Bruno Costa foi o terceiro reforço oficializado no FC Porto, depois do extremo brasileiro Pepê, ex-Grémio, e do central Fábio Cardoso, ex-Santa Clara.

O médio regressa ao Porto, aos 24 anos, depois de meia época no Portimonense e de na última temporada ter sido uma das figuras do Paços de Ferreira que acabou o campeonato em quinto lugar. Bruno Costa "volta a casa" depois de ter feito todo o percurso de formação no FC Porto onde foi lançado em março de 2018 por Sérgio Conceição, num jogo de Liga dos Campeões frente ao Liverpool.

O treinador de Bruno Costa nos escalões jovens do Feirense encontra explicações para a decisão de Sérgio Conceição resgatar o jogador depois de uma época e meia fora do Dragão.

“A passagem pelo Portimonense e em especial pelo Paços de Ferreira, onde fez uma excelente época, fez com que o Bruno ultrapassasse determinadas fases de maturação e faz com que seja neste momento um jogador com um potencial enorme, vai passar para uma realidade diferente onde a exigência é enorme, mas está muito mais preparado e o talento e a qualidade estão lá. É um jogador muito inteligente com qualidade técnico-tática elevada, capacidade de ler o jogo e de decisão. Contudo vai precisar de minutos e de se libertar. Se for dada ao Bruno essa oportunidade ele vai agarrá-la com toda a certeza”, antevê.

Revelação aos 12 anos

João Alves Tavares foi o último treinador de Bruno Costa até ao salto do médio para o FC Pofrto onde ingressou no verão de 2009 para representar os sub-13.

“Na altura era um sub-12 e já demonstrava um conjunto de caraterísticas que apontavam para aquilo que é hoje. Sabia bem o que queria. Nunca deixou de parte a escola e era um excelente aluno. Os pais contribuíram muito para o que ele é ao nível dos valores e enquanto pessoa. Desde muito jovem que se notava um talento enorme no Bruno que foi evoluindo, cresceu, fez um percurso interessante no Feirense e depois chegou a um clube como o FC Porto que o potenciou e ajudou a evoluir noutros patamares e que permitem hoje ao Bruno ser o jogador que é”, detalha o treinador.

Treinador de Bruno Fernandes

João Alves Tavares é o atual treinador dos sub-17 do Feirense e revela nesta entrevista a Bola Branca ser um técnico fadado para a deteção de talentos, tendo orientado nomes sonantes.

“Tenho tido a sorte de trabalhar com jogadores bastante talentosos como o Rochinha no Boavista e no Feirense, o Ruben Oliveira no Aves, Sanjoanense e Feirense, o Bruno Fernandes nos sub-19 do Boavista e o Carraça, também no Boavista, e agora o Bruno Costa, no Feirense. São cinco jogadores com quem tive a oportunidade de trabalhar e atingiram um patamar altíssimo no futebol português. Tenho a certeza que vão continuar a dar cartas e a dignificar o futebol português e os clubes que representam”, reforça o treinador.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+